Mukiele a caminho da Luz Record 12/12 - Terça, às 03:03

    Alvo do Benfica para o flanco direito da defesa vem a Lisboa para conhecer as instalações do clube

    Benfica e a divulgação dos emails e senhas na net: «Questão de âmbito criminal» Record 12/12 - Terça, às 02:38

    Entre a informação veiculada está o alegado correio eletrónico de Luís Filipe Vieira

    Gomes da Silva sobre intervenções dos 'vices': «Ao menos existem para alguma coisa» Record 12/12 - Terça, às 02:34

    Ex-dirigente irónico sobre a mudança na forma de atuar dos seus sucessores

    Rui Gomes da Silva: «Texto que Bruno de Carvalho criticou não era meu» Record 12/12 - Terça, às 02:26

    Ex-'vice' do Benfica reage ao recado que o presidente do Sporting lhe deu

    Abel Ferreira: "Custa no último lance de jogo o árbitro estar de costas" sapo.pt 12/12 - Terça, às 00:00

    Um golo do defesa-central moçambicano Zainadine permitiu hoje ao Marítimo vencer o Sporting de Braga por 1-0, no jogo que encerrou a 14.ª jornada da I Liga de futebol, disputado no Funchal.

    O golo de Zainadine surgiu nos primeiros minutos da segunda etapa, aos 55, um resultado que permite aos insulares encostarem aos 'arsenalistas' na quarta posição da tabela.

    No final, o técnico do SC Braga, Abel Ferreira, não escondeu a sua frustração com o árbitro do encontro devido à forma ajuízou o último lance do jogo.

    "Cada jogo é irrepetível, tirámos as ilações a quente, mas o que mais me desagradou foi não ter finalizado as nossas ocasiões e de no último lance do jogo, numa situação de um para um, o árbitro estar de costas para o lance...", começou por dizer Abel Ferreira.

    "É difícil perder assim, porque controlamos o jogo, criámos três oportunidades claras de golo, duas na primeira parte, outra na segunda parte, duas pelo Dyego, uma pelo Esgaio. O Marítimo sempre a procurar o erro, mas nós, com calma a paciência, fomos conseguindo as nossas oportunidades; pena não termos marcado e fazer aquilo que fazemos em todos os jogos; golos", acrescentou o técnico do SC Braga.

    "Vínhamos bem preparados para muita coisa mas não para sofrer 15 faltas em 30 minutos e não haver a amostragem de cartões amarelos. Mas a verdade é que também não finalizámos as nossas ocasiões. O nosso guarda-redes fez uma defesa em 90 minutos e o Marítimo sempre de olho no nosso erro e a aproveitar, e bem, as bolas paradas. Custa muito, mas o futebol é eficácia. Mas sei que vamos ganhar mais vezes porque o caminho é este", sentenciou Abel Ferreira..

    Com a vitória, o Marítimo fechou a ronda no quinto posto com 27 pontos, mais quatro do que o Rio Ave, sexto, e a apenas um do Sporting de Braga, que segue no quarto posto com 28, a cinco do Benfica, terceiro.

    Pedro Guerra e a divulgação dos seus alegados emails: «Ando a receber ameaças de morte» Record 11/12 - Segunda, às 23:35

    Comentador afeto ao Benfica diz que alguma da correspondência eletrónica é falsa

    Marítimo regressa às vitórias diante do SC Braga sapo.pt 11/12 - Segunda, às 23:04

    Um golo do defesa-central moçambicano Zainadine permitiu hoje ao Marítimo vencer o Sporting de Braga por 1-0, no jogo que encerrou a 14.ª jornada da I Liga de futebol, disputado no Funchal.

    O golo de Zainadine surgiu nos primeiros minutos da segunda etapa, aos 55, um resultado que permite aos insulares encostarem aos 'arsenalistas' na quarta posição da tabela.

    Com a vitória, o Marítimo fechou a ronda no quinto posto com 27 pontos, mais quatro do que o Rio Ave, sexto, e a apenas um do Sporting de Braga, que segue no quarto posto com 28, a cinco do Benfica, terceiro.

    João Félix: "Não estava à espera de estar neste patamar com esta idade" sapo.pt 11/12 - Segunda, às 20:40

    O médio João Félix renovou com a equipa de futebol do Benfica por quatro temporadas, anunciou hoje o clube da Luz, em comunicado. O jogador de 18 anos, que cumpre a terceira época consecutiva ao serviço do Benfica, já foi chamado à seleção nacional sub-21, tendo jogado pela primeira vez em 17 de setembro de 2016, tornando-se então o mais jovem de sempre a jogar pelo Benfica B na II Liga.

    "Quando vim para o Benfica nunca tinha representado nenhuma seleção. Nem no meu primeiro ano o consegui. Só no segundo ano no Benfica é que consegui representar. A partir daí foi sempre a subir e sempre a melhorar", disse o jovem jogador à BTV.

    Natural de Viseu, João Félix deu os primeiros passos no futebol n’Os Pastilhas, passando depois pelos mais baixos escalões da formação do FC Porto. Seguiu-se o Caixa Futebol Campus em 2015, onde tem prosseguido a sua formação enquanto jogador profissional.

    Em 15 de fevereiro de 2017, tornou-se o mais jovem de sempre a marcar na II Liga, no histórico global da competição.

    "Foi um momento especial porque me permitiu ser o jogador mais novo de sempre a estrear-se. Quase que me vinham as lágrimas aos olhos de felicidade", revelou João Félix, citado pelo Benfica.

    Na temporada 2016/2017 fez um total de 38 jogos oficiais (12 na II Liga, 16 no Nacional de juniores e 10 na UEFA Youth League) e foi figura em destaque na campanha do Benfica na competição europeia, na qual foi eleito pela UEFA como um dos cinco jovens mais promissores a seguir no futuro.

    "É sempre bom ser reconhecido em Portugal e no mundo. O ano passado fizemos uma grande prestação e só foi pena não termos ganho na final; este ano não foi tão bom, mas serviu para aprendermos. Para o ano podemos lá estar outra vez", afirmou.

    Ao todo, foram dez os compromissos disputados pelo jovem médio ofensivo na prova em 2016/17, os quais coroou com seis golos, incluindo um ´bis´ diante do Real Madrid nas meias-finais.

    "Não estava à espera de estar neste patamar com esta idade. Foi graças ao meu trabalho e dos que me ajudaram. É importante ter os pés assentes na terra, porque tenho uma família que me lembra sempre que quanto mais se sobe, maior é a queda", frisou o médio de 18 anos.

    "A renovação é muito boa, mas o que interessa é dentro de campo, ajudar a equipa a conseguir bons resultados. Não gosto de projetar sonhos elevados, porque podem não acontecer. Prefiro ir pouco a pouco”, disse, citado pelo Benfica.

    Portimonense crítica dualidade de critérios do VAR no Estádio da Luz sapo.pt 11/12 - Segunda, às 20:28

    O diretor de imprensa do Portimonense, João Batista, criticou, esta segunda-feira, através da rede social Facebook, a dualidade de critérios do vídeo-árbitro esta época, e comparou um lance no jogo dos algarvios no Estádio da Luz e o golo do Benfica diante do Estoril-Praia no último sábado.

    Na sua conta pessoal do Facebook, João Batista escreveu: "no mesmo local, lances com intervenção do vídeo-árbitro (VAR), mas com decisões diferentes".

    Recorde-se que no lance do Portimonense na Luz, o vídeo-árbitro anulou a jogada que resultaria em golo por fora-de-jogo, e que daria o empate aos algarvios, enquanto que no jogo entre Benfica e Estoril-Praia o VAR validou o golo a Jonas.

    Recorde os lances:

    O Portimonense festejou o golo do empate na Luz, depois de Fabrício rematar na área e bater Varela. No entanto, o árbitro Gonçalo Martins consultou o vídeo-árbitro Fábio Veríssimo e acabou por assinalar fora de jogo a Manafá, que é quem faz o cruzamento.

    Salvio a fugir na direita, cruza para a área, Jonas à boca da baliza só tem de encostar. João Pinheiro recorreu ao vídeo-árbitro para verificar a posição do argentino, que é no limite, mas acaba por validar o 2-0.

    Bruno de Carvalho denuncia troca de e-mails entre Pedro Guerra e um sócio do Sporting sapo.pt 11/12 - Segunda, às 20:06

    O presidente do Sporting recorreu esta segunda-feira às redes sociais para denunciar, o que diz ser, mais um 'sportingado', com base na troca de correspondência electrónica de Pedro Guerra, que hoje viu cerca de 6GB dos seus e-mails publicados numa página na internet.

    Bruno de Carvalho usou um dos 'e-mails' alegadamente trocados entre André Carreira Figueiredo, sócio do Sporting, e Pedro Guerra, para justificar a necessidade de afastar certos sócios do clube de Alvalade.

    "Ainda ao dia de hoje se fala muito dos processos que coloquei a sócios do Sporting CP", começa por dizer Bruno de Carvalho num 'post' da sua página pessoal do Facebook, para depois passar ao ataque.

    "Foram 5, esses processos, e não 300 como quiseram passar. Um deles foi contra o associado André Carreira Figueiredo que, pelos vistos, foi apanhado a enviar emails a pessoas do Benfica. Dizem-me que até à data já se viram 52 desta personagem para eles. Junto aqui um que me mandaram. São estes os sportingados que têm que ser afastados de vez do Clube e que tantos andaram tão "ofendidos" por eu os ter processado.... Irei denunciando, um a um. Já foram, entre outros: José Pedro Rodrigues, Pedro Paiva dos Santos e André Carreira Figueiredo. Nota: Faz algum tempo que já todos verificaram que o jornal O Jogo se transformou no jornal dos sportingados. Terá alguma coisa a ver com o facto de um outro associado lá trabalhar na produção e passar a vida a difamar-me e a caluniar-me nas redes sociais?", escreveu o líder leonino.

    No e-mail em causa, pode ler-se que André Carreira Figueiredo terá enviado a Pedro Guerra um email que o assessor de comunicação do Sporting tinha enviado aos jornalistas, pedindo depois ao comentador do Benfica que não o mostrasse no programa televisivo de forma a que não fosse encontrada a origem da 'fuga'.