Será Cristiano Ronaldo o Melhor Marcador de sempre do futebol Mundial? Há muitas dúvidas sobre os números dos rivais sapo.pt 21/01 - Quinta, às 17:00

    Cristiano Ronaldo marcou na quarta-feira o seu 760.º golo na carreira, na vitória da Juventus por 2-0 sobre o Nápoles, na Supertaça de Itália. Há quem alega que CR7 passou a ser o melhor marcador da história do futebol. No entanto, há dúvidas se o português é mesmo o dono do recorde.

    Com cinco golos pelo Sporting, 118 pelo Manchester United, 450 pelo Real Madrid, 85 pela Juventus e 102 pela seleção de Portugal, não há qualquer debate sobre a contagem dos golos de Cristiano Ronaldo.

    O avançado português, que completa 36 anos no próximo mês de fevereiro, é o detentor indiscutível de vários recordes, como o de melhor marcador do Real Madrid e de Portugal, e acima de Lionel Messi na tabela de golos da Liga dos Campeões.

    Mas a incerteza surge sobre os totais dos seus rivais de épocas anteriores, com a dupla brasileira Pelé e Romário a alegar que têm mais de mil golos marcados.

    No mês passado, Messi, do Barcelona, ​​bateu o recorde que era de Pelé, de 643 golos por um único clube, mas o Santos veio colocar mais incertezas sobre essa discussão ao afirmar que o triplo campeão do mundo marcou 1.091 golos pelo emblema santista, incluindo jogos amigáveis.

    A própria biografia de Pelé no Instagram afirma que ele é o "melhor marcador de todos os tempos (1.283 golos)".

    No entanto, se focarmos apenas em jogos oficiais, o brasileiro aparentemente ainda está atrás de Josef Bican, que os historiadores do futebol calcularam ter marcado 805 golos, entre 1931 e 1955, jogando por meia dúzia de clubes, além das seleções da Áustria e da antiga Checoslováquia.

    "'Pepi', como era conhecido, tem o crédito de marcar 805 golos em 530 jogos, o que lhe dá uma média de 1,52 golos por jogo na carreira", pode-se ler num artigo publicado no FIFA.com no ano passado sobre o goleador checo.

    No entanto, nessa contagem, estão 27 golos marcados pelas equipas secundárias e amadoras do Rapid Vienna, além de outros que não foram apontados em jogos oficiais.

    Se tirarmos esses golos, Bican fica com 759 tentos em apenas 495 jogos, embora o site internacional de pesquisa de futebol RSSSF (Rec. Sport Soccer Statistics Foundation) diga que os dados da temporada de 1952 do checo na segunda divisão do país estejam incompletos.

    A Pelé é atribuído entre 757 e 767 golos em jogos oficiais ao longo da sua carreira, que incluiu os marcados pelos seus 92 jogos internacionais pelo Brasil e outros nas duas temporadas que passou no New York Cosmos, dos EUA.

    Pelé aparece em terceiro lugar (767) no site internacional de pesquisa de futebol RSSSF, atrás de Romário, que ajudou o Brasil a vencer o Mundial de 1994 e terminou a carreira com 772 golos apontados.

    Em 2007, Romário comemorou o facto de ter marcado 1000 golos da carreira na sua contagem pessoal, que inclui já os tentos apontados nas camadas jovens e em jogos amigáveis.

    Outros relatórios e estatísticas sugerem que Romário marcou menos de 750 golos a nível oficial, numa longa carreira que incluiu passagens pelo PSV Eindhoven, Barcelona, ​​Flamengo, Miami FC e Adelaide United, entre outros clubes.

    Quanto a Messi, que aos 33 anos é dois anos mais novo que Cristiano Ronaldo, conta com 719 golos pelo Barcelona e pela seleção da Argentina e, sem dúvida, entrará na equação sobre os melhores marcadores de sempre antes de terminar a carreira.

    O certo é que, mesmo que Ronaldo não tenha quebrado o recorde de todos os tempos, a marca parece bem ao alcance de um jogador que continua a marcar a um ritmo notável à medida que se aproxima do seu 36º aniversário.

    Já há data para o Sporting-Benfica Record 21/01 - Quinta, às 16:52

    Encontro da 16.ª jornada da Liga NOS

    Unilabs já comunicou à DGS os falsos positivos do Sporting Record 21/01 - Quinta, às 16:47

    Nuno Mendes e Sporar ainda esperam os testes desta quinta-feira mas nesta altura estão disponíveis para a final da Allianz Cup

    Já há data para o Sporting-Benfica sapo.pt 21/01 - Quinta, às 16:47

    O encontro entre Sporting e Benfica da 16ª jornada vai acontecer no próximo dia 1 de fevereiro, segunda-feira, no Estádio de Alvalade.

    Fica apenas por determinar o horário do encontro entre os rivais lisboetas.

    Além da visita ao reduto do Sporting, o Benfica ficou ainda a saber que o encontro da 15ª jornada com o Nacional vai acontecer a 25 de janeiro a partir das 17h00 e que, três dias depois, tem encontro marcado com o Belenenses SAD para a Taça de Portugal às 21h15.

    COVID-19: Jogo entre Sporting da Covilhã e Académico de Viseu adiado para 03 de março sapo.pt 21/01 - Quinta, às 16:37

    A Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) adiou para 03 de março o jogo entre Sporting da Covilhã e Académico de Viseu, da 17.ª jornada da II Liga de futebol, devido aos casos de covid-19 no plantel dos serranos.

    O Sporting da Covilhã havia solicitado à LPFP o adiamento da partida agendada para as 15:00 de sexta-feira, justificando o pedido com o surto de covid-19 que assola o plantel, com vários atletas infetados, e que já havia limitado as escolhas do treinador Nuno Capucho no jogo de 18 de janeiro, na Amoreira, frente ao Estoril Praia, que terminou com um empate sem golos.

    Nessa partida, o Sporting da Covilhã tinha apenas 13 jogadores inscritos na ficha de jogo, os 11 titulares e dois suplentes, um dos quais guarda-redes.

    Na altura, eram seis os jogadores com infetados com o novo coronavírus, e mais dois ausentes por lesão.

    As boas relações entre Sporting da Covilhã, 11.º classificado da II Liga, com 17 pontos, e Académico de Viseu, 15.º com 16, levaram a SAD do clube beirão a não levantar qualquer obstáculo ao pedido de adiamento da partida, que a LPFP viabilizou.

    O jogo da 17.ª jornada entre os clubes foi reagendado para 03 de março, pelas 15:00, no Estádio Santos Pinto, na Covilhã.

    Duelo entre SC Covilhã e Académico de Viseu adiado para março zerozero.pt 21/01 - Quinta, às 15:59

    O duelo entre Sporting Clube da Covilhã e Académico de Viseu relativo à 17ª jornada da Liga Portugal SABSEG, inicialmente marcado para a próxima sexta-feira, foi adiado. O jogo será disputado no dia 3 de março. A Liga Portugal anunciou o adiamento após  chegar a acordo com ambos os clubes. Em causa está o surto de Covid-19 que impediu os leões da serra de trabalhar normalmente, tendo até jogado no Estoril com apenas dois suplentes, algo que gerou críticas de Nuno Capucho, o treinador.

    Juninho Vieira troca Chaves pelo Boavista e assina até 2024 sapo.pt 21/01 - Quinta, às 15:59

    O avançado brasileiro Juninho Vieira assinou com o Boavista até 20024, proveniente do Desportivo de Chaves, do escalão secundário, anunciou hoje o clube da I Liga de futebol, que acolhe o primeiro reforço na reabertura do mercado.

    “Juninho Vieira é o mais recente reforço do Boavista, tendo assinado um contrato válido para os próximos três anos e meio. O avançado, que irá jogar com o número 18, já vai integrar a sessão de trabalho de hoje sob as ordens de Jesualdo Ferreira”, lê-se em comunicado publicado no sítio oficial dos ‘axadrezados’ na Internet.

    Juninho Vieira, de 24 anos, marcou quatro golos em nove jogos pelo Desportivo de Chaves na primeira metade da época, após ter somado seis tentos em 26 aparições ao serviço do Estoril Praia em 2019/2020, cedido pelos brasileiros do Athletico Paranaense.

    O extremo natural de Pitangui já representou a equipa principal do emblema de Coritiba e passou por diversos empréstimos a Grêmio Esportivo Brasil, Grêmio Novorizontino, Figueirense, Vila Nova e Portimonense, no qual contabilizou um jogo, em 2015/16.

    Juninho Vieira é o primeiro reforço anunciado pelo Boavista na reabertura do mercado de transferências e vem colmatar a saída do extremo internacional gambiano Musa Juwara, cujo fim do período de empréstimo por parte dos italianos do Bolonha foi antecipado.

    O Boavista, 18.º e último colocado, com 11 pontos, recebe o Sporting, líder da I Liga, com 36, na terça-feira, às 21:15, no Estádio do Bessa, no Porto, num jogo da 15.ª jornada.

    Jovane: «Já provámos várias vezes que somos uns leões em campo» zerozero.pt 21/01 - Quinta, às 14:57

    Jovane Cabral foi a principal figura da meia-final entre Sporting e FC Porto, que terminou com a vitória e consequente passagem dos leões à final da Allianz Cup. O extremo luso-cabo-verdiano apontou os dois golos que marcaram a reviravolta do conjunto orientado por Rúben Amorim, mas faz questão de dividir os louros por toda a equipa. «Foi uma vitória importante e, na minha opinião, justa. Sabíamos que íamos ter pela frente uma equipa muito forte, tal como são todas as que competem nesta final four da Taça da Liga, mas desde o primeiro minuto que demonstrámos uma enorme vontade em garantir a presença na final. O golo do FC Porto surgiu já na parte final do jogo, mas esta equipa nunca desiste… Já provámos várias vezes que somos uns leões em campo. Nunca deixámos de acreditar e conseguimos dar a volta», sublinhou Jovane, em declarações ao Jornal Sporting. «O MVP foi a equipa. Todos querem ajudar e eu não sou excepção. Sinto que somos uma grande família. Obviamente estou muito feliz pelos golos, mas o que quero realçar é a atitude de todos. Colectivamente estivemos muito bem e conseguimos apurar o Sporting para a final da Taça da Liga, que era o nosso primeiro objectivo. Infelizmente alguns jogadores não puderam estar fisicamente presentes, como é público, mas nós, enquanto grupo, sentimos que estiveram sempre connosco. Todos são importantes», reiterou. «Temos a noção de que esta vitória frente ao FC Porto só tem significado se vencermos no sábado. Tudo faremos para vencer esta Taça», rematou.

    Sporting prepara "com determinação" final da Taça da Liga Record 21/01 - Quinta, às 14:57

    Leões defrontam Sp. Braga este sábado

    Jovane: "Vitória frente ao FC Porto só tem significado se vencermos a final" sapo.pt 21/01 - Quinta, às 14:43

    Jovane Cabral vestiu a pele de herói na terça-feira, ao marcar os dois golos que eliminaram o FC Porto e apurou o Sporting para a final da Taça da Liga. Em declarações ao jornal do clube, o jogador atribuiu o mérito a todo o grupo 'leonino' e apontou à conquista da competição no sábado.

    "O MVP foi a equipa. Todos querem ajudar e eu não sou exceção. Somos um grupo muito solidário, unido e forte. Sinto que somos uma grande família. Obviamente estou muito feliz pelos golos, mas o que quero realçar é a atitude de todos. Colectivamente estivemos muito bem e conseguimos apurar o Sporting para a final da Taça da Liga, que era o nosso primeiro objectivo. Infelizmente alguns jogadores não puderam estar fisicamente presentes, como é público, mas nós, enquanto grupo, sentimos que estiveram sempre connosco. Todos são importantes", frisou Jovane.

    "Foi uma vitória importante e, na minha opinião, justa. Sabíamos que íamos ter pela frente uma equipa muito forte, tal como são todas as que competem nesta final four da Taça da Liga, mas desde o primeiro minuto que demonstrámos uma enorme vontade em garantir a presença na final. O golo do FC Porto surgiu já na parte final do jogo, mas esta equipa nunca desiste... Já provámos várias vezes que somos uns leões em campo. Nunca deixámos de acreditar e conseguimos dar a volta", acrescentou.

    Na final, marcada para sábado, o Sporting terá pela frente o SC Braga, que eliminou o Benfica na segunda meia-final.

    "Temos a noção de que esta vitória frente ao FC Porto só tem significado se vencermos no sábado. A meia-final já ficou para trás e agora é trabalhar com toda a dedicação e preparar bem a final. Será mais um jogo difícil, frente a uma boa equipa, mas queremos ganhar esta Taça e tudo vamos fazer para o conseguir. Temos a obrigação de defender esta camisola com todas as nossas forças e é com esse espírito que encaramos todos os jogos. Queremos voltar a conquistar esta competição e contamos com o apoio de todos os nossos adeptos", rematou Jovane.