Jornal Sporting 21/01/2021 13:15 Camarote Leonino

    1_101.jpg

    A capa do Jornal Sporting lembra dois acontecimentos marcantes dos últimos dias: a recém-vitória sobre o FC Porto nas meias-finais da Taça da Liga e a nova skin Leonina no videojogo Fortnite.

    As páginas 6 e 7 trazem-lhe a história do clássico realizado no Estádio Municipal de Leiria. Jovane Cabral apontou os dois golos da reviravolta Sportinguista contra os dragões já nos minutos finais e, por isso, está em claro destaque no Jornal Sporting. A página 8 conta-lhe ainda por que razão este é "o melhor Jovane de sempre" e o camisola 77 proferiu ainda declarações exclusivas à publicação de Alvalade na página 9.

    Entre as páginas 16 e 21, o tema é o Fortnite, gigante videojogo a nível internacional. O Sporting CP passou a ter uma skin no Fortnite e pode ficar a saber tudo no Jornal Sporting, que entrevistou ainda Erick Mendonça (jogador de futsal e aficionado do Fortnite), Fábio Cláudio (coordenador de esports do Sporting CP), José Diogo e José Soares, atletas de esports do emblema de Alvalade.

    Jornal Sporting traz-lhe ainda uma entrevista com Jéssica Augusto, atleta que renovou o vínculo ao Sporting CP. A lenda em destaque é Madjer, o melhor jogador de futebol de praia de todos os tempos e Ana Borges, do plantel de futebol feminino, é a próxima convidada do podcast ADN de Leão.

    Borda fora 21/01/2021 10:43 És a nossa Fé

    A Equipa Cem Milhões foi borda fora. Afastada da terceira competição em quatro meses: Liga dos Campeões, Supertaça e agora Taça da Liga.

    E ainda há quem suspire pelo regresso dos “bons tempos” em que tínhamos o “mestre da táctica” a treinar em Alvalade…

    Jovane Cabral, o herói de Leiria 21/01/2021 10:32 És a nossa Fé

    21999308_Njqgk.jpeg

     

    Jovane Cabral chega ao Sporting e à Academia de Alcochete em 2015 vindo do Grémio Nhagar de Cabo Verde, com apenas 16 anos de idade, sendo integrado na equipa de Juvenis, estreando-se logo com 4 golos marcados, num jogo em que o Sporting ganhou por 15-0 ao GRAP.

    Chega ao fim da época de 2016/2017 já integrado na equipa B com números relativamente modestos, 53 jogos, 16 golos marcados, muito por causa das lesões que foram surgindo.

    No dia 28 de Março de 2017 estreou-se pela Seleção Nacional A de Cabo Verde, entrando no decorrer da 2ª parte de um jogo amigável onde a sua equipa ganhou por 2-0 no Luxemburgo.

    No inicio da época de 2017/18 foi chamado por Jorge Jesus para integrar o estágio da equipa principal na Suíça, onde participou em dois jogos, sendo depois devolvido à Equipa B. Pouco depois, a 12 de Outubro estreou-se pela equipa principal ao entrar para o lugar de Mattheus Oliveira, no decorrer da 2ª parte de um jogo a contar para a Taça de Portugal, em que o Sporting derrotou o Oleiros por 4-2. Foi a primeira e a única oportunidade que Jorge Jesus lhe deu, deve ter-lhe posto o mesmo selo na testa de Palhinha, Matheus Pereira e Esgaio. Para além deste jogo, nesse ano conta apenas com 14 jogos pela B e 1 golo marcado.

    Quando Sousa Cintra assumiu a SAD, para juntar os cacos causados pela irresponsabilidade de alguns e a cobardia de outros, deparou-se com um jovem a ganhar muito pouco para o que valia, renovou-lhe o contrato que terminava no final dessa época até 2023, deu-lhe um salário digno de primeira equipa e diz ele, "Ainda lhe dei 100 mil euros para ele ir comprar uma casa, para ele e para a mãe. Para ter condições dignas, de acordo com o pergaminhos do clube e com aquilo que o jogadores devem ter: paz, um ambiente tranquilo". Jovane Cabral retribuiu com um bom arranque de campeonato, sendo distinguido no final desse ano com o Prémio Stromp na categoria Revelação. Diz quem lá esteve que é um rapaz inteligente e de muito bom trato. Para além disso uma vontade sem limites de treinar e de aprender, como testemunham Bruno Fernandes e Tiago Fernandes. 

    Nestas últimas duas épocas e meia, Jovane continua a apresentar números modestos para o protencial que demonstra, cerca de 60 jogos e 15 golos, mas já conseguiu marcar alguns golos completamente fora-de-série como o primeiro de Leiria. 

    Olha-se para Jovane e vê-se um pequeno Hulk, um corpo super-trabalhado em ginásio, uma potência física tremenda. Mas tudo isso tem tido custos para um jovem que não chegou assim de Cabo Verde, e as lesões tem sido recorrentes. Quando regressa das lesões depara com uma equipa formatada e tem de se encaixar nas necessidades imediatas da equipa, às vezes bem diferentes daquelas que eram quando se lesionou. Se calhar por isso mesmo, rende bem mais quando vem do banco com liberdade para desequilibrar do que quando tem de entrar de início e cumprir um programa táctico exigente a defender e a atacar.

    Como tem feito com outros jovens, Frederico Varandas tem tentado o prolongamento de contrato com reforço de cláusula de rescisão, mas o Jovane e os seus representantes tem resistido, pelo interesse que veem noutras latitudes. E assim, tem vindo a lume que o Sporting aceitaria a sua saída por um valor mínimo apreciável, mas longe do que ele pode vir a render no futuro. Não nos esqueçamos porém que hoje em dia muitos jogadores/empresários preferem esgotar os contratos e sair depois embolsando eles mesmo a compensação devida ao clube, como tem acontecido e está a acontecer com o Porto. Por isso mesmo, é melhor vender por menos antes do que por zero depois.

    Com tudo isto, Jovane continua a ser uma incógnita, nem ele nem o Sporting sabem com o que podem contar. Se as lesões o deixarem em paz, se o trabalho dedicado da estrutura médica e de alto rendimento do clube conseguir ajudar a resolver o problema, vai ser sem dúvida o nosso melhor reforço da 2ª metade da época.

    Mas para já foi e será para sempre o nosso herói de Leiria como Miguel Garcia o é de Alkmaar. 

    #OndeVaiUmVãoTodos

    SL

    «Toma!» 21/01/2021 06:09 És a nossa Fé

    11.jpg

    22.jpg

    33 (1).jpg

    33 (2).jpg

     

    O processo de liderança no futebol passa por várias etapas. Uma delas - com inegável projecção pública e evidente efeito de contágio num grupo de trabalho - é a atitude revelada pelos treinadores quando acompanham os desafios na zona que lhes está destinada. 

    Rúben Amorim é um desses líderes que não precisam de muitas palavras para se impor: basta acompanhar com atenção o modo como vibra com cada momento do jogo. Isso ficou bem evidente naqueles minutos finais do Sporting-FC Porto, quando conseguimos virar a partida com dois pontapés magníficos de Jovane, que momentos antes saltara do banco.

    «Toma!», gritou ele a plenos pulmões. Simbolizando toda a força de vontade, toda a vibração anímica, toda a garra de Leão que transborda da zona exterior para o relvado. Alguém ainda duvida de que o futebol leonino conta com um verdadeiro comandante? Qual o sportinguista verdadeiro que não se revê nestas imagens?

    Espaço do leitor 21/01/2021 03:46 Camarote Leonino

    21458693_pjq10.png

    A rubrica que visa proporcionar ao leitor um espaço livre para manifestar a sua reflexão do dia ou abordar qualquer tema que ainda não tenha surgido em post.

    Aproveitamos o ensejo para lembrar que no Camarote Leonino exige-se que o leitor se identifique (nome/pseudónimo) para comentar. Consulte estas instruções.

    Bom debate!

    ______________________________________________

    NOTA: Estamos desde ontem com problemas técnicos que o SAPO não nos explica e que ainda não resolveu. Só temos acesso à página de editor do blogue ocasionalmente e por muito pouco tempo, dificultando imenso a publicação de posts. Faremos o possível para acompanhar os comentários dos leitores.

    O Braga não é o favorito? 21/01/2021 03:45 Camarote Leonino

    O Braga irá defrontar um Sporting que encontrou em Jovane a única inspiração que justifica a passagem à final. Vamos ver que Sporting se apresenta no sábado, mas a equipa de Amorim caiu muito de produção nas últimas partidas. O futebol não sai tão simples como já se mostrou. As equipas adversárias vão encontrando antídoto para os movimentos delineados pelo técnico. É preciso voltar a surpreender.

    Não é fácil, com um plantel curto, reinventar posicionamentos. O Braga irá fechar o jogo entre linhas de Pote, com um dos excelentes médios-centro a colar-se ao novo craque, sempre que ele busque as zonas centrais. As lágrimas de Jovane são entendíveis, mas este jovem explosivo só a si próprio deve a intermitência exibicional. Tem de encontrar estabilidade física e mental para se manter na crista da onda durante dezenas de jogos. 

    Voltemos ao colectivo: o flanco direito do Sporting é poderoso mas muito linear. O lateral Porro é buliçoso, mas tacticamente muito limitado, fácil de contrariar, principalmente quando João Mário pousa a batuta, como tem sido o caso. No flanco esquerdo, sem Nuno Mendes, tudo fica mais previsível. As aproximações de Antunes são rotineiras. Este veterano não está com a confiança necessária para tirar partido do seu excelente pé-esquerdo e da boa visão de jogo.

    Covid à parte, se tivesse de apostar, punha as fichas numa vitória do Braga.

    Excerto do artigo da autoria de Octávio Ribeiro, em Record

    Made in Sporting 21/01/2021 03:44 Camarote Leonino

    139616931_10157472080486555_8269873718767309378_o.

    Cristiano Ronaldo marcou o seu primeiro golo oficial pela equipa principal do Sporting a a 7 de Outubro de 2002.

    Ontem, na conquista da Supertaça de Itália, pela Juventus sobre o Nápoles (2-0), marcou o golo 760 da sua extraordinária carreira.

    Parabéns leão!

    Leões do futsal vencem e atingem os 50 pontos 21/01/2021 03:43 Camarote Leonino

    140002710_10157400661031923_5430587090544089715_o.

    O Sporting foi ao reduto do Fundão vencer por 7-1, em partida a contar para a 18.ª jornada da Liga Placard, atingindo assim a marca de 50 pontos no campeonato, assegurando a liderança em igualdade pontual com o Benfica.

    Cardinal com um hat-trick, Cavinato, Rocha, Pauleta e Merlim com os outros golos.

    Sporting CP: Guitta [GR], Pauleta, Erick, Pany Varela, Fernando Cardinal; Bernardo Paçó [GR], João Matos [C], Diego Cavinato, Alex Merlim, Mamadú Ture, Tomás Paçó, Zicky Té, Rocha e Diogo Santos.

    Leões do andebol regressam a vencer 21/01/2021 03:42 Camarote Leonino

    139616931_10157400871596923_5463688533219174363_o.

    A equipa de andebol do Sporting foi a casa do Boavista FC, esta quarta-feira, vencer por 26-28, em jogo antecipado da 16.ª jornada do Campeonato Placard Andebol I.

    Após cerca de um mês sem competir, a formação liderada por Rui Silva chegou ao intervalo empatada 13-13, conseguindo depois garantir a vitória já nos minutos finais da segunda parte.

    Francisco Tavares, com seis golos, e Pedro Valdés, com mais quatro, estiveram em destaque e terminaram a partida como os melhores marcadores do conjunto verde e branco.

    Com este triunfo, o Sporting CP mantém-se no segundo lugar da competição com 43 pontos, menos dois do que o líder isolado, o FC Porto.

    Os Leões voltam a entrar em campo já este sábado, dia 23 de Janeiro, na deslocação a casa do CD Xico Andebol, em jogo referente aos oitavos-de-final da Taça de Portugal.

    24 horas depois, mantém-se a dúvida 21/01/2021 00:30 És a nossa Fé

    Como, mas como!, é que marcámos aos 90+4!? Aos 90+4!? Tendo a partida a duração de 90+6!? A sério!?

    Estará a nossa sorte a mudar? Somos seres-humanos, assim, subitamente, é?

    Agora, só faltava o 'B' ganhar ao 'A'. Se acontecesse (AHAHAHAHAHAH), diria qualquer coisa como: não mexe mais, Criador, está bom assim. Se melhorar, estraga. 

    P.S. Escrevam o que vos digo, o melhor para JJ, seria que se tivesse juntado 5 Jotas ao avio dos melões! Aí sim, era certinho que começariam a jogar o dobro. Para os lados.