O figurante do presidente só está bem a chafurdar na lama do vício 12/12/2017 04:16 Camarote Leonino

     

    7955adcd7-1.jpg

     

    Bruno de Carvalho recorreu novamente às redes sociais com um texto intitulado "Afinal, existem ou não sportingados?", cujo objectivo, por incrível que pareça, é "denunciar" um sócio do Sporting que terá trocado e-mails com o notório benfiquista Pedro Guerra. Sócio este que, pelos vistos, o presidente já tentou sem sucesso processar em tribunal:


    "Ainda ao dia de hoje se fala muito dos processos que coloquei a sócios do Sporting CP. Foram 5, esses processos, e não 300 como quiseram passar. Um deles foi contra o associado André Carreira Figueiredo que, pelos vistos, foi apanhado a enviar emails a pessoas do Benfica. Dizem-me que até à data já se viram 52 desta personagem para eles. Junto aqui um que me mandaram. São estes os sportingados que têm que ser afastados de vez do Clube e que tantos andaram tão `ofendidos` por eu os ter processado.... Irei denunciando, um a um. Já foram, entre outros: José Pedro Rodrigues, Pedro Paiva dos Santos, André Carreira Figueiredo".

     

    É por de mais evidente, há muito, aliás, que o figurante que preside ao Sporting Clube de Portugal pretende afastar do Clube quem o critica ou, de qualquer modo, lhe desagrada.

     

    Sendo verdade, poderemos discordar das alegadas acções deste sócio, mas desde quando é que um cidadão numa sociedade democrática deve satisfações a um qualquer Bruno, pelas actividades da sua vida particular ?

     

    É crime enviar e-mails para Pedro Guerra, ou outro, uma vez que o referido sócio não exerce qualquer função no Sporting e, em princípio, não tem acesso a informação e/ou documentação confidencial ?

     

    Até que extremos este ditador de "meia-tigela" pretende ir para massajar o seu ego e evitar voltar para o desemprego ?... Ou melhor, até que ponto é que os sócios do Sporting estão dispostos a tolerar este vergonhoso estado de coisas ?

     

    Alguns detalhes do Relatório e Contas da Sporting SAD 12/12/2017 04:15 Camarote Leonino

     

    839383f3896faff9c012c0b9490744b5.jpg

     

    O Sporting tinha no final de Setembro um encargo de 6,72 milhões de euros por liquidar em comissões para intermediários em negócios de compra e venda de passes de jogadores. É um montante 35% superior ao saldo que se verificava a 30 de junho (4,98 milhões).

     

    Os números constam do relatório e contas que a Sporting Clube de Portugal Futebol SAD publicou esta segunda-feira na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), onde reporta um lucro de 24,7 milhões de euros no período de julho a Setembro. Os ganhos do primeiro trimestre da época 2017/2018 caíram face aos 62,9 milhões de lucro no ano passado, devido, fundamentalmente, à queda no encaixe com a venda de jogadores.

     

    No Relatório e Contas agora publicado, o Sporting apresenta um saldo por liquidar com fornecedores externos no valor total de 16,5 milhões de euros, 21% acima do verificado em junho. Daquele montante há uma parcela de 9,8 milhões de euros não discriminados. Os restantes 6,7 milhões estão identificados e respeitam a empresários e empresas que participaram na aquisição de passes de futebolistas.

     

    Recorde-se que o presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, foi uma das vozes mais críticas aos gastos dos clubes de futebol com intermediários. Em 2013, numa entrevista ao "Jornal de Negócios", o presidente dos leões foi contundente: "O Sporting pagava comissões de tudo! Se fazia compras ainda pagava adicionalmente uma comissão, se fazia vendas – e aí faz todo o sentido – pagava uma comissão, muitas vezes também poderia pagar uma comissão sobre os próprios ordenados. E é fácil perceber que essa é uma das causas que faz com que vários clubes estejam na situação financeira em que estão".

     

    Há quase três meses o Sporting enviou à CMVM uma lista detalhada dos seus gastos com comissões nos negócios feitos durante o Verão, para recomposição do seu plantel para a presente temporada. Globalmente, essas transações implicaram comissões da ordem dos 8,5 milhões de euros.

     

    Muitos dos negócios e comissões que surgem agora na lista de pagamentos a fazer (à data de 30 de Setembro) já estavam referenciados na lista de transações reportada ao mercado a 21 de Setembro.

     

    img_818x455$2017_05_27_00_21_35_632198.jpg

    Mathieu põe Team Spirit no topo da lista

     

    O fornecedor que no final de setembro tinha o maior valor a receber do Sporting era a Team Spirit Football Consulting, empresa que intermediou a entrada de Jérémy Mathieu para os leões. O passe foi adquirido a custo zero, mas com uma comissão para a Team Spirit de 2 milhões de euros. Em setembro o Sporting tinha por pagar a esta empresa 1,22 milhões.

     

    Há outros intermediários de relevo na lista de pagamentos a fornecedores do Sporting, como a Buttonpath, que em Setembro tinha por receber 852 mil euros do Sporting, e que esteve envolvida nas saídas dos jogadores Rúben Semedo, Paulo Oliveira e Marvin Zeegelaar.

     

    O terceiro intermediário na lista de pagamentos era Marcelo Simonian, com 800 mil euros por receber. Simonian participou na aquisição do passe de Marcos Acuña, a mais cara contratação do Sporting esta época (quase 10 milhões de euros). Estes 800 mil euros de comissão já haviam sido reportados à CMVM a 21 de Setembro.

     

    A lista de empresas fornecedoras de serviços, nas contas do primeiro trimestre, incluem ainda a Pasqualin D'Amico Partners, LMP Bomore, Hency Trading Limited, For Gool, Gondry Financial Services, Laco Investments, Positionumber, Universal Management, Football Capital, Proeleven e Soccer Club Properties.

     

    Entre os intermediários que deixaram de estar na lista de fornecedores dos leões está a Energy Soccer, empresa fundada por Alexandre Pinto da Costa, mas da qual o filho do presidente do Futebol Clube do Porto se desvinculou ainda em 2016, alienando a sua participação à empresa Pesarp.

     

    Saldo com outros clubes recuou

     

    Se os montantes a pagar a intermediários cresceram no primeiro trimestre da temporada 2017/2018, os encargos por saldar com clubes baixaram: caíram de 27,5 milhões de euros em junho para 20,8 milhões em Setembro.

     

    Neste capítulo, o maior credor do Sporting era a Sampdoria, que tinha 4,25 milhões de euros por receber, seguida do Racing Club, com 3,3 milhões a seu favor, e do Wolfsburg, com 2,5 milhões por receber.

     

    Braga, Real Madrid, Estoril-Praia e Corinthians constam também da lista de outros clubes aos quais o Sporting ainda tinha pagamentos a realizar no final de Setembro.

     

    Sporting sub-19 tem pela frente o Salzburgo 12/12/2017 04:14 Camarote Leonino

     

    orig_287956.jpg

     

    O Sporting vai defrontar o campeão em título da Liga Jovem da UEFA, os austríacos do Salzburgo, no play-off de acesso aos oitavos de final, ditou o sorteio da prova europeia de sub-19.

     

    Depois de terem sido segundos no grupo D, atrás do Barcelona, os leões vão defrontar, em jogos a disputar em 6 e 7 de Fevereiro de 2018, o campeão do ano passado, que na final bateu o Benfica.

     
    O Salzburgo apurou-se para esta fase no caminho dos campeões, o que lhe permite jogar a eliminatória em casa, à semelhança de Ajax, Brodarac, Inter Milão, Krasnodar, Molde, Nitra e Zeljeznicar.

    Já nos oitavos de final, cujo sorteio decorre em 8 de fevereiro do próximo ano, está o FC Porto, que venceu o grupo G.
     
    Programa de jogos do play-off da UEFA Youth League:

    Salzburgo - Sporting
     
    Molde - Mónaco

    Inter Milão - Spartak Moscovo

    Ajax - Paris Saint-Germain

    Brodarac - Manchester United

    Nitra - Feyenoord

    Zeljeznicar - Atlético de Madrid

    Krasnodar - Real Madrid
     

    A voz do leitor 12/12/2017 00:07 És a nossa Fé

    «Com esta conquista de Cristiano Ronaldo, já são sete as Bolas de Ouro conquistadas por jogadores formados no Sporting: Eusébio 1, Figo 1 e Cristiano Ronaldo 5. E com este prémio igualamos a Holanda, com sete Bolas de Ouro.

     

    JHC, neste texto do Pedro Azevedo

    Gosta de carros ? 11/12/2017 22:00 Camarote Leonino

     

    5228094993_328a53c8df_b.jpg

    Um dos carros mais caros do Mundo

    2017 Pagani Zonda F Roadster - 1,4 milhões de dólares

     

    Resultados do sorteio da Liga dos Campeões 11/12/2017 18:23 Camarote Leonino

     

    Champions-League-draw-LIVE-Man-Utd-Man-City-Liverp

     

    O dia seguinte 11/12/2017 17:11 És a nossa Fé

    Nuno Perestrelo, A Bola: «A obra de arte futebolística [de Daniel Podence] com que o leão encerrou a primeira parte permitiu-lhe regressar ao balneário seguro de que pelo menos durante algumas horas poderia ser líder isolado do campeonato e essa confiança foi evidente na forma como a equipa de Jesus encarou os primeiros minutos do segundo tempo. Agora mais afirmativo, mais bem posicionado no meio campo do Boavista, até com mais posse de bola, via no jogo o espelho da primeira parte. Ou seja, com tudo exactamente ao contrário.»

     

    Pedro Rocha, O Jogo: «Em ressaca europeia, o Sporting não fez do cansaço um drama e, evitando correrias desenfreadas, foi minando aos bocadinhos a defesa do Boavista até estender, sorrateiramente, uma espécie de passadeira para os golos de Fábio Coentrão e Bas Dost (bisou). Dobrado o capítulo da Champions, a equipa de Alvalade revelou-se pragmática no regresso ao campeonato e, perante um dos adversários mais espinhosos do futebol português, somou um precioso triunfo.»

     

    Rui Dias, Record: «Se o resultado era injusto antes do descanso, a grande verdade é que a formação de Jorge Jesus teve a arte necessária para merecer o empurrão das musas da fortuna e ser feliz. A seguir ao intervalo, o Sporting justificou amplamente a vitória. Avançou no terreno, redescobriu o talento, instalou-se no meio-campo contrário e saiu das trevas onde vivera no período inicial: foi quando a fantasia individual se expressou para dimensionar a força colectiva do futebol exibido e os golos se anunciaram antes mesmo de acontecerem.»

     

     

    Dos jornais de ontem

    Liga Europa: Astana é o adversário do Sporting 11/12/2017 15:55 Camarote Leonino

     

    ligaeuropaleague.jpg

     

    Realizou-se esta segunda-feira o sorteio para os 16-avos-de-final da Liga Europa, com o Sporting a defrontar o Astana - do distante Cazaquistão, cerca de seis mil quilómetros - delocando-se a esse país no jogo da primeira mão agendado para 15 de Fevereiro. Nesse mesmo dia, o SC Braga - o único outro clube português na prova - joga em Marselha diante do Olympique. Os jogos da segunda mão, em casa das equipas portuguesas, têm lugar a 22 de Fevereiro.

     Eis a reacção ao sorteio de André Geraldes, director-desportivo do Sporting:
     
    "Olhamos para este sorteio com o máximo respeito pelo Astana. Entendemos que a maior dificuldade, além da desportiva, será a diferença horária, que é de seis horas, e o tempo de viagem, nunca inferior a sete horas de avião. No entanto, é o que é e encararmos o sorteio com naturalidade. A outra face de virmos para uma competição diferente da Liga dos Campeões é esta: a Liga Europa, pelas características geográficas dos clubes envolvidos, cria a possibilidade de apanhar adversários desta distância.

    Entramos em todos os jogos para ganhar e o objectivo é ir o mais longe possível. O respeito é o mesmo e a motivação também. Para nós é igual jogar com o FC Barcelona ou com o Astana".
     
    O enquadramento completo do sorteio:
    Marselha-SC Braga
    Steaua-Lazio
    Partizan-Viktoria Plzen
    Real Sociedad-Salzburgo
    Lyon-Villarreal
    Estrela Vermelha-CSKA Moscovo
    Nápoles-RB Leipzig
    Celtic-Zenit
    AEK Atenas-Dínamo Kiev
    Spartak Moscovo-Athletic Bilbao
    Copenhaga-Atlético Madrid
    Nice-Lokomotiv Moscovo
    Borussia Dortmund-Atalanta
     

    photo_164864.jpg

     

    ADENDA: Este adversário poderá não ser a "pêra doce" que inicialmente parece. Na fase de grupos da Liga Europa, classificou-se em segundo lugar no Grupo A, apenas com um ponto a menos dos espanhóis do Villarreal.
     
    O treinador é o búlgaro Stanimir Stoilov, que enquanto jogador alinhou duas épocas pelo Campomaiorense. Conhece, portanto, o futebol português.
     
    Em termos de fuso horário, há seis horas de diferença entre Lisboa e Astana. A distância entre cidades é mais de 6 mil quilómetros e a viagem durará cerca de 11 horas.
     
    Espera a equipa leonina um clima severo nesta altura do ano, com neve e temperaturas negativas. No entanto, o recinto do Astana é coberto, muito embora com piso sintético.
     

    Boavista 1 - Sporting 3: Xeque mate da força aérea 11/12/2017 14:19 A Norte de Alvalade

    Sabia-se antecipadamente que o Sporting seria recebido no Bessa por um Boavista desfalcado de alguns titulares mas quem pensou que por isso iria ser um jogo fácil para nós desconhece que não há jogos fáceis na nossa Liga. O resultado pode até enganar quem não viu o jogo na sua totalidade, pelos três golos marcados, mas para sair do Porto continuando na liderança da Liga o Sporting teve se aplicar a fundo e usar de todas as armas ao seu dispor. Este jogo acabou por ser um bom exemplo para o cliché das "duas partes distintas". Na parte inicial do encontro o Sporting encontrou sérias dificuldades em impor o seu jogo, muito pela boa organização da equipa de Jorge Simão: Fechando bem ao centro e sem permitir grandes veleidades pelas laterais - Gélson bem tentava, sem sucesso - no nosso momento atacante, condicionava muito bem a nossa saída de bola, onde William não conseguia impor aquilo que de melhor tem o seu jogo. Para conseguir por o rei axadrezado em sentido com o primeiro xeque teria que ser o peão Podence a assistir o renascido Coentrão. Um golo muito bem trabalhado pelo nosso baixinho e que veio na altura certa. Poder-se-ia pensar que o desfazer do nulo em nosso favor faria com que o Boavista se tornasse mais permeável. Puro engano. E, uma vez que os axadrezados continuaram cheios de cautelas - tão pouco afoitos que quase não incomodavam Patrício  - ao ponto de continuarem a jogar sem referência na frente, as nossas dificuldades mantiveram-se. Ora se não dava com jogadas construídas a partir de trás aproveitam-se os bombardeiros à disposição, figura que não existe no xadrez e que os boavisteiros não conseguiram anular. Só um erro clamoroso de Coates, numa perda de bola imprópria para um jogador de classe, é adiou o inevitável. Foi nesses dois momentos - dos nossos dois golos finais - que sobressaiu o que foi, quanto a mim, o jogador mais importante para a obtenção da vitória: Mathieu. Foi da cabeça dele que saíram as duas assistências para o implacável Dost. O holandês marcou sempre que teve oportunidade, o que transforma os seus "shity goal" em golos dourados. Ainda no capitulo das referências individuais saliência para Bruno Fernandes, cada vez mais importante no equilíbrio da equipa em todos os momentos do jogo e para o já referido renascimento de Coentrão. Não posso terminar sem referir o verdadeiro show dos nossos adeptos antes, durante e depois do jogo. Contrariamente ao habitual, não fiquei na mesma bancada, o que acabou por me transformar num espectador privilegiado e impressionado com a nossa força. Como nota dissonante só o excesso nos petardos, especialmente no que caiu aos pés de Patrício. É igualmente digno de nota elevada a atitude do Sporting, em particular do grupo de trabalho, ao não deixaram passar em claro a nossa presença no Bessa sem nos associarmos aos desejos de restabelecimento rápido de Edu Ferreira. O Sporting é isto! Nota: infelizmente não tenho podido actualizar o blogue como gostaria, pelo que peço desculpa aos leitores. Em minha defesa só posso dizer que se tal não acontece é porque me tem sido completamente impossível.

    [[ This is a content summary only. Visit my website for full links, other content, and more! ]]