As respostas que se dão sem abrir a boca Tribuna 24/09 - Segunda, às 21:59

    Antes do jogo frente ao Sporting, Abel Ferreira não quis falar abertamente sobre um dos assuntos da época: é ou não o Sp. Braga candidato ao título. Não foi preciso. O que o treinador dos minhotos não disse em conferência de imprensa, disse em campo, ou ao lado dele. Porque o triunfo do Sp. Braga por 1-0 frente aos leões também é o triunfo de um treinador que soube ler o jogo no meio da anarquia, dizendo-nos assim, sem palavras mas em ações, o que vale esta equipa

    José Peseiro: "Resultado é injusto. Empate era mais justo" sapo.pt 24/09 - Segunda, às 21:54

    O treinador do Sporting, José Peseiro, considerou que a derrota desta segunda-feira em Braga é um "resultado injusto", sublinhando que a sua equipa merecia pelo menos o empate.

    O que fez a diferença? : "O golo! Assistimos a um jogo equilibrado e o que valeu foi a eficácia. Não houve muitas oportunidades, e o jogo podia pender para qualquer lado", pelo que "o resultado justo seria o empate. O Braga foi mais feliz e fez o golo"

    O lance do golo: "Foi uma bola que nós perdemos e na transição eles chegaram ao golo. Na primeira parte não estivemos bem no passe, mas na segunda parte estivemos melhor. Aí melhoramos muito; a equipa reagiu bem, empurrou o adversário e criou ocasiões de golo para ter outro desfecho. Parabéns ao Braga porque venceu, mas, e sobretudo, aos meus jogadores pela reação que tiveram."

    Primeira derrota na época: "Saímos tristes, mas sabemos o nosso caminho e o que podemos fazer, o caminho que estamos a trilhar e o que vamos fazer."

    Dyego Sousa: "Merecemos a vitória" sapo.pt 24/09 - Segunda, às 21:46

    Dyego Sousa marcou esta segunda-feira o golo da vitória do SC Braga sobre o Sporting. O avançado brasileiro mostrou-se satisfeito após o triunfo que considerou "justo".

    Jogo: "Graças a deus tive a oportunidade de fazer o golo, de ajudar a minha equipa a conquistar esta vitória. Tivemos uma boa semana de trabalho, correu bem e a vitória foi justa".

    José Peseiro: «O resultado justo seria o empate» zerozero.pt 24/09 - Segunda, às 21:46

    Ao sétimo jogo, o Sporting perdeu pela primeira vez na temporada 2018/19, com a derrota frente ao SC Braga (1x0). No final da partida, José Peseiro mostrou-se insatisfeito com o resultado, reconhecendo o golo de Dyego Sousa como o lance decisivo da partida. «O golo acabou por fazer a diferença. Foi um jogo equilibrado, em posse de bola e em remates. O resultado justo seria o empate. O Braga foi mais feliz na finalização», afirmou na flash interview. Apesar do desaire, o técnico dos leões mantém o otimismo em relação ao futuro dos leões. «Perdemos a bola e na transição o Braga conseguiu concretizar. Na primeira parte falhámos alguns passes, sendo mais assertivos no segundo tempo. O resultado é injusto. Saímos tristes, mas sabemos o nosso caminho e aquilo que vamos fazer neste campeonato», concluiu. Com esta derrota, o Sporting desceu para a quinta posição da Liga NOS. Na próxima jornada, o clube de Alvalade recebe o Marítimo.

    No momento da vitória, Abel lembrou... eliminação com o Zorya zerozero.pt 24/09 - Segunda, às 21:35

    O Sporting de Braga continua na liderança do campeonato depois de vencer o Sporting. Após a partida, Abel elogiou o espetáculo proporcionado por ambas as equipas, lembrou a eliminatória com o Zorya e destacou a entrada de Eduardo Teixeira.  

    Liderança é vermelha! zerozero.pt 24/09 - Segunda, às 21:19

    O Braga está agora só com o Benfica no comando da Liga NOS, depois de ganhar ao Sporting por 1x0. O golo foi na segunda parte de um jogo onde a equipa de Abel mostrou querer sempre mais e venceu com toda a justiça. No fim, os adeptos cantaram: «Nós só queremos o Braga campeão».

    Dyego Sousa empurra Sporting para o quinto lugar sapo.pt 24/09 - Segunda, às 21:12

    O Sporting Braga venceu esta segunda-feira o Sporting, por 1-0, em jogo que encerrou a 5ª jornada do campeonato e igualou o Benfica na liderança do campeonato nacional. O único golo da partida foi apontado por Dyego Sousa aos 67' minutos.

    No jogo que fechou a 5ª jornada do campeonato nacional, SC Braga e Sporting estavam obrigados a conquistar os três pontos para impedir que o Benfica ficasse na liderança isolada. Na deslocação a Braga, José Peseiro manteve no onze titular o médio sérvio Gudelj e foi obrigado a apostar no central André Pinto devido à lesão de Mathieu frente Qarabag.

    Já no SC Braga, Abel Ferreira promoveu regresso de Tiago Sá à baliza depois da titularidade de Marafona na Taça da Liga e apresentou um quarteto defensivo com Bruno Viana, Sequeira, Pablo e Marcelo Goiano. No meio campo, o técnico bracarense apresentou apenas uma alteração em relação ao jogo com o Tondela da semana passada com a entrada de Claudemir para o lugar de João Palhinha, jogador emprestado pelo Sporting.

    E no encontro de 'cartaz' da 5ª jornada, o SC Braga entrou determinado em assumir as despesas do jogo em casa. A formação bracarense começou desde o apito inicial a 'pressionar' a equipa do Sporting para tomar de assalto o meio-campo ofensivo do adversário. Com Dyego Sousa e Wilson Eduardo em bom destaque valeu ao Sporting o guarda-redes Salin para anular o ímpeto ofensivo dos 'bracarenses'.

    A reação do Sporting à boa entrada do SC Braga não demorou a surgir e aos 16' minutos foi Raphinha criar perigo depois de flectir da direita para o meio e tentar um remate à baliza. A bola acabou por sair por cima da trave com Tiago Sá a controlar o lance. Aos poucos, a equipa de José Peseiro equilibrou o jogo e a disputa a meio-campo intensificou-se.

    Aos 30' minutos, o SC Braga teve a primeira grande ocasião de golo no jogo com um remate colocado e rasteiro de João Novais a levar a bola a rasar o poste direito da baliza de Salin. O Sporting apresentava dificuldades para criar lances de perigo de 'bola corrida', e foi na marcação de um livre aos 35' minutos que o conjunto de Alvalade criou o lance de maior perigo na primeira parte. Bruno Fernandes bateu um livre para a área do SC Braga onde Nani saltou mais alto para cabecear para golo, mas Tiago Sá com uma enorme defesa segurou o nulo no marcador.

    Antes do final da primeira parte, destaque para um lance de perigo do SC Braga com um cruzamento de Ricardo Esgaio para a área do Sporting onde ia surgindo Dyego Sousa, mas Salin com um corte providencial evitou 'males maiores'. Ao intervalo a estatística dava vantagem ao Sporting ao nível da posse de bola com 55%, mas em termos de ataques criados a equipa de Abel Ferreira levava vantagem de 16 contra 11.

    Depois de uma primeira parte sem muitas ocasiões de golo, o Sporting procurou desfazer o empate no marcador com Bruno Fernandes a tentar a sua 'sorte' com um remate de longe, mas por cima da baliza do SC Braga. O primeiro sinal de perigo da etapa complementar estava dado e seguiu-se a resposta pronta do SC Braga com uma jogada individual de Dyego Sousa a obrigar Salin a aplicar-se. O avançado brasileiro aguentou a pressão da defesa leonina e a conseguiu entrar na área para rematar, mas o guardião francês do Sporting estava atento e não 'tremeu' na 'cara do adversário'.

    Aos 64' minutos, Bruno Fernandes voltou a criar muito perigo junto à baliza de Tiago Sá, mas o remate do número 8 leoninou saiu para fora e a rasar o poste direito da baliza do SC Braga. Apesar desta reação, o SC Braga continuava por 'cima' no jogo e foi com naturalidade que chegou ao golo aos 67' por intermédio de Dyego Sousa. O avançado brasileiro correspondeu da melhor forma a um cruzamento rasteiro atrasado de Eduardo e com um toque subtil bateu Salin para o 1-0.

    O Sporting ainda tentou o golo do empate, mas Coates não conseguiu dar o melhor seguimento a um cruzamento de Raphinha aos 76' minutos. Até ao final do jogo, a equipa de Abel Ferreira aproveitou o posicionamento mais ofensivo do Sporting para explorar o contra-ataque mas o resultado não sofreu mais alterações.

    Com este resultado, o SC Braga iguala o Benfica na liderança do campeonato enquanto que o Sporting cai para o quinto lugar com os mesmos pontos que Rio Ave e Marítimo.

    Frederico Varandas: "Seremos um Sporting aliado da verdade desportiva" sapo.pt 24/09 - Segunda, às 19:40

    O presidente do Sporting, Frederico Varandas, visitou esta segunda-feira os núcleos do clube no distrito de Braga e garantiu que a sua presidência será marcada pela "verdade desportiva".

    "Seremos um Sporting aliado da verdade desportiva, com os valores de 1906, mas não de uma forma passiva. Vamos à luta, de forma limpa, mas vamos exigir que os outros também o façam", disse Varandas, em declarações reproduzidas pelo jornal O Jogo.

    "Pegando nas palavras do Daniel [Pereira, presidente do Núcleo de Braga], passámos um tempo conturbado, um tempo de convulsão. Vou dizer-vos, agora como presidente do Sporting: por muita crise, por muita convulsão que haja, com esta massa associativa, o Sporting tem sempre o futuro garantido", prossegui.

    "No próximo ato eleitoral, quem vai decidir o futuro vai ser mesmo o Sporting Clube de Portugal, com mais de um ponto de voto espalhados pelo país, não só em Lisboa, mas no Norte, no Centro e no Sul. Não queremos só 22 mil a votar. Temos que ir para os 30, para os 35 mil. Não pode ser penalizado aquele sócio que vive na Guarda, em Olhão, ou em Braga. Aprendi muito nestes três meses de campanha, a percorrer o país, a conhecer núcleos. Elvas, Portalegre, Guarda, Braga, Barcelos, Aveiro, Portimão, e uma coisa percebi: o nome de Portugal no nosso clube deve-se a vocês. E há uma coisa que presenciei no dia 8, na análise às eleições. Mesmo continuando a ter o nome de Portugal, se calhar 80%, para não dizer mais, de quem decide o futuro do Sporting, são do Sporting de Lisboa. Isso é inaceitável, isso é intolerável", atirou.

    "Qualquer crise, qualquer presidente estará sempre de passagem. Sempre! O Sporting será sempre nosso, dos sócios. O clube tem de estar unido. Repito: unido. E não é de boca. É de facto. É como já ouvi aqui vários sócios dizer: 'Não votei em si, mas acredito em si, é o meu presidente'. É isso que quero ouvir. Todos votaram pelo Sporting e é essa a minha missão. O Sporting tem cerca de 170 mil sócios, mas só metade são pagantes. O Sporting precisa de uma massa associativa mobilizada", finalizou.

    José Peseiro considera que o Sporting tem "potencial para ir a Braga e vencer" TSF 23/09 - Domingo, às 18:10

    O Sporting desloca-se a Braga esta segunda-feira ao Minho, no jogo que encerra a quinta jornada do campeonato.