Depois do beijo a Messi, UEFA multa leão em 31 mil euros zerozero.pt 20/10 - Sexta, às 17:46

    O encontro entre Sporting e Barcelona, que terminou com vitória blaugrana, valeu ao Sporting uma multa de 31 mil euros ao Sporting, devido à invasão/beijo do adepto a Messi.  Além deste comportamento que a UEFA considera perigoso, o principal organismo do futebol europeu multou o leão por bloqueio das escadas no recinto. 

    Acuña e Salvio convocados pela Argentina para particulares Tribuna 20/10 - Sexta, às 16:55

    O futebolista do Sporting Marcos Acuña e o jogador do Benfica Eduardo Salvio foram esta sexta-feira incluídos na lista de convocados da Argentina para um particular com a Rússia, a 10 de novembro, e outro a anunciar

    Couceiro chama 21 jogadores para receção ao Marítimo zerozero.pt 20/10 - Sexta, às 16:06

    José Couceiro chamou 21 jogadores para a partida com o Marítimo, no Estádio do Bonfim, marcada para o próximo sábado. De fora da lista dos sadinos ficaram Miguel Lázaro e Alef, por opção e César, Patrick Vieira, Tomás Podstawski e Yannick Djaló por questões físicas. O Vitória recebe o Marítimo numa altura em que a equipa sadina é 13.ª classificada no campeonato, com sete pontos. De resto a equipa de José Couceiro não vence, para a Liga, desde a receção ao Sporting de Braga, na quinta jornada.

    Depois dos desaires europeus, a procura de redenção no campeonato - o que esperar da 9ª jornada Tribuna 20/10 - Sexta, às 10:47

    À 9ª jornada, o campeonato regressa com os três grandes a precisar de oportunidades de redenção. No sábado, o FC Porto recebe o Paços de Ferreira (20h30, SporTv). Se vencer, deixará, mais uma vez, a pressão da perseguição do lado do Sporting. No domingo, os leões acolhem em Alvalade o Desportivo de Chaves (20h15, SporTv) e o Benfica vai até à casa do Desportivo das Aves (18h00, SporTv). Svilar vai ser titular - promessa de Rui Vitória

    "Justiça está a funcionar", diz Bruno de Carvalho sobre caso dos e-mails TSF 19/10 - Quinta, às 22:38

    O presidente do Sporting esteve reunido com o secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Rebelo.

    Piccini: "Jogo importante para continuar a sonhar com a qualificação" bancada.pt 01/01 - Quinta, às 00:00

    Piccini fez grandes elogios à Juventus mas garante que o Sporting tudo vai fazer para vencer a partida de modo a poder continuar a sonhar com a qualificação para a fase seguinte. "A Juventus é uma grande equipa, tem grandes jogadores e temos o máximo respeito por eles. No entanto, este jogo é importante para continuar a sonhar com a qualificação. Faltam ainda quatro jogos, vamos dar o máximo para conseguir um resultado positivo", garantiu o lateral direito dos leões na antevisão ao jogo com a Juventus.

    O defesa italiano disse ainda que se sente "feliz" no Sporting e não se vê com o estatuto de titular. "Não me sinto um titular, todos podem jogar. Jogo com a mentalidade de ajudar o Sporting", afirmou.

    Jorge Jesus: "Vamos discutir o jogo palmo a palmo com a Juventus" bancada.pt 01/01 - Quinta, às 00:00

    Jorge Jesus garante um Sporting ambicioso para o jogo com a Juventus, esta quarta-feira, em Turim, em encontro da terceira jornada do Grupo D. "Vamos disputar este jogo palmo a palmo com a Juventus", garante o treinador leonino que não acredita que o campeão italiana esteja a passar por uma crise.

    O treinador do Sporting confirmou que Fábio Coentrão e Doumbia serão convocados para a partida com a Juve "se não acontecer nada de anormal no treino de amanhã [quarta-feira de manhã]", mas não confirmou se vão jogar de início, e descartou a possibilidade de Battaglia vir a fazer marcação individual a Dybala. "Dybala é um grande jogador, mas Messi é Messi. São jogadores com características diferentes, e a nossa estratégia também será diferente. Face ao posicionamento de Battaglia poderá ocorrer num ou noutro lance uma marcação mais individual mas não como na estratégia que implementámos com o Barcelona", explicou Jorge Jesus na conferência de imprensa de antevisão à partida com a Juventus.

    "No campeonato, a Juventus só perdeu um jogo com a Lazio, e a outra derrota é com o Barceloma. A Juventus não está a fazer uma temporada assim tão negativa. O seu historial em Itália diz tudo e na Champions nas últimas três edições foi duas vezes à final. No entanto, isso não nos tira confiança nem nos diz que não possamos fazer um bom resultado", referiu

    "Partindo do princípio que o Barcelona tem duas vitórias ao fim de dois jogos, acreditamos que uma das outras três pode ficar em segundo lugar. Não coloco o Olympiacos fora da corrida ao apuramento. Pode ainda vir a ser um outsider que pode confundir as contas do grupo. Mas também sabemos que depois da vitória do Sporting em Atenas, um resultado positivo aqui em Turim pode dar-nos mais motivos para acreditar na qualificação. Mas não é este jogo com a Juventus que vai ser determinante. É importante, mas não é determinante", acrescentou o treinador leonino.

    Questionado sobre qual a razão porque trouxe 24 jogadores para Turim, Jorge Jesus explicou que é um treinador "de um grupo, não de onze jogadores. Estes jogos servem para haver um compromisso entre todos. Estes 24 jogadores são os mesmos que há dias foram jogar a Oleiros, e têm os mesmos direitos que todos, e por isso estão aqui".

    Allegri convoca 20 jogadores para o Sporting e conta com o regresso de Pjanic bancada.pt 01/01 - Quinta, às 00:00

    Massimiliano Allegri, treinador da Juventus, convocou 20 jogadores para o duelo com o Sporting, esta quarta-feira, às 19h45, para a Liga dos Campeões. Destaque para a chamada do médio Pjanic, que regressa aos eleitos da equipa de Turim, após lesão. O médio Stefano Sturaro e o defesa-central Andrea Barzagli estão aptos e também fazem parte dos eleitos de Allegri.

    Convocados:

    Guarda-redes: Buffon, Pinsoglio e Szczesny.

    Defesas: Chiellini, Benatia, Alex Sandro, Barzagli e Augani.

    Médios: Pjanic, Khedira, Matuidi, Asamoah, Sturaro, Bentancua.

    Avançados: Cuadrado, Higuain, Dybala, Douglas Costa, Mandzukic e Bernardeschi.

    Onze pistas para ver o Benfica-Manchester United bancada.pt 01/01 - Quinta, às 00:00

    Lindelof (esquerda) e Matic (direita) vão voltar a jogar num estádio onde já foram felizes (Manuel de Almeida/Lusa)

    - A partida desta quarta-feira vai marcar o reencontro de Matic e Lindelof com o Benfica. O médio sérvio jogou na Luz entre 2011 e 2014 enquanto o defesa sueco voou para Manchester no último mercado de verão depois de ter chegado a Lisboa ainda enquanto júnior. Os dois estão aptos e podem ser opções de José Mourinho.

    - É o primeiro jogo (oficial) de José Mourinho contra o Benfica desde que saiu de Portugal, em 2004. Antes, defrontou os encarnados em sete ocasiões - seis delas como treinador do FC Porto e outra ao serviço da UD Leiria. O rgisto é positivo: quatro vitórias, dois empates e apenas uma derrota após prolongamento na final da Taça de Portugal 2003/04. Rui Vitória terá também a sua estreia contra equipas inglesas.

    - Benfica e Manchester United já se encontraram várias vezes para as competições europeias e sempre para a Taça dos Clubes Campeões Europeus/Liga dos Campeões. Os ingleses levam clara vantagem: seis vitórias, dois empates e apenas uma derrota, quando Geovanni e Beto marcaram os dois golos do Benfica na vitória por 2-1 no Estádio da Luz. Estávamos em dezembro de 2005 e Paul Scholes faturou para o Manchester United.

    - O jogo de maior importância entre as duas equipas teve lugar no Estádio de Wembley, em Londres, a 29 de maio de 1968. Jogava-se a final da Taça dos Clubes Campeões e o Benfica tinha a hipótese de conseguir conquistar esse troféu pela terceira vez. Bobby Charlton adiantou os 'red devils' aos 53' mas Jaime Graça reestabeleceu o empate a cerca de dez minutos do final. O jogo teve de ir a prolongamento e, aí, o Manchester United foi mais forte. Com golos de George Best, Brian Kidd e o segundo de Charlton, os britânicos venceram por 4-1 no final do tempo extra.

    - Tanto Benfica como Manchester United já venceram a maior prova de clubes da Europa em mais que uma ocasião. Os portugueses sagraram-se campeões europeus em 1961 e 1962 e os ingleses fizeram o mesmo em 1968, 1999 e 2008.

    - O árbitro nomeado foi o alemão Felix Zwayer, de 36 anos. Em 43 jogos nas competições da UEFA (onze na Liga dos Campeões), Zwayer ajuizou um jogo do FC Porto e quatro partidas com equipas inglesas, incluindo o empate do Manchester United na casa do FC Rostov para a edição 2016/17 da Liga Europa. Foi ainda o árbitro de um jogo da Seleção Nacional sub-19.

    Onze pistas para ver o Juventus-Sporting bancada.pt 01/01 - Quinta, às 00:00

    Depois de ter vencido o Olympiacos na primeira jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões 2017/18, o Sporting volta esta quarta feira aos encontros como visitante na prova milionária da UEFA ao visitar Turim para defrontar a Juventus. Ambos os emblemas registam neste momento resultados semelhantes na prova, depois de ambos terem vencido o emblema grego e caído aos pés do FC Barcelona. Um confronto que irá ter arbitragem do inglês Michael Oliver.

    - Juventus e Sporting defrontam-se esta quarta feira em jogo a contar para a terceira jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões, embate inédito na história de ambos os clubes, não só na Liga dos Campeões, como em qualquer competição oficial. O duelo de Turim será, por isso, o primeiro de sempre entre Sporting e Juventus nas competições europeias mas ambos os conjuntos já se defrontaram um par de vezes. Em ambas as ocasiões, jogos não oficiais ainda que em 1954 Juventus e Sporting se tenham defrontado para a Taça Latina, uma das competições percursoras da Taça dos Campeões Europeus. O jogo foi referente ao encontro de apuramento do terceiro e quarto lugar da competição desse ano, tendo a Juventus vencido por 3-2. João Martins fez os dois golos do Sporting. Já mais recentemente, em 2011/12, Sporting e Juventus defrontaram-se num particular de pré temporada com a vitória a sorrir aos leões por 2-1 graças a um bis de Yannick Djaló. Del Piero fez o golo da Juventus.

    - A visita do Sporting a Turim encerra o quinto encontro dos Leões frente a adversários italianos em fase final da Liga dos Campeões - em fases de qualificação defrontaram adversários italianos por seis ocasiões -, com o Sporting a registar neste momento um "score" pouco favorável. Só por uma vez o Sporting venceu um adversário italiano numa edição da Liga dos Campeões, vitória que remonta à temporada 2006/07. Então em jogo a contar para o Grupo B da competição, o Sporting recebeu e venceu o Inter Milão por 1-0 com golo de Marco Caneira aos 64 minutos. Em Itália, em particular, o registo do Sporting é ainda mais negativo, tendo perdido ambos os encontros que disputou em solo italiano. 1-0 frente ao Inter Milão em novembro de 2006 e 2-1 frente à AS Roma em outubro de 2007. 

    - Mais do que nunca ter vencido em Itália para a Liga dos Campeões, o Sporting nunca obteve qualquer vitória em Itália em encontros oficiais. Foram já treze os jogos disputados em solo italiano pelo emblema de Alvalade, tendo, no máximo, o Sporting, alcançado três empates. Em Nápoles, em 1989 em jogo a contar para a primeira ronda da Taça UEFA; em Bolonha, em 1991, em jogo a contar os quartos de final da Taça UEFA; e em Florença, já em 2009, em jogo a contar para o play-off de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões 2009/10. Resultado que não evitou a eliminação do emblema português em função do empate a dois golos registado pelo Sporting em Alvalade. 

    - A Juventus irá receber o Sporting pela primeira vez na sua história mas o seu histórico com clubes portugueses incluiu confrontos frente a três outros clubes portugueses: Benfica, FC Porto e... Marítimo. O encontro frente aos maritimistas aconteceu em novembro de 1994, jogo referente à segunda ronda da Taça UEFA da temporada 94/95. A Juventus venceu por 2-1 com golos de Fabrizio Ravanelli para os italianos e de Paulo Alves para a equipa do Marítimo.

    - O encontro perante o Sporting será o sétimo da Juventus, em casa, perante um adversário português, tendo o emblema italiano perdido apenas um e logo o primeiro que disputou. Então em 1968, por ocasião das meias finais da Taça dos Campeões Europeus, o Benfica foi a Turim vencer a Juventus por 1-0 com golo de Eusébio. O resultado alcançado pelo Benfica permitiu ao emblema português regressar a uma final da Taça dos Campeões europeus já depois de, na Luz, José Torres e Eusébio terem levado o Benfica para Itália com uma vantagem de dois golos. 

    - A Juventus segue assim numa sequência imbatível de cinco jogos consecutivos caseiros frente a adversários portugueses em competições oficiais. Após a derrota frente ao Benfica em 1968, a Juventus venceu de forma consecutiva o Benfica (3-0 em 1993), o Marítimo (2-1 em 1994) e o FC Porto (3-1 em 2001). Registou depois um empate a zero perante o Benfica nas meias finais da Liga Europa de 2013/14, antes de vencer o FC Porto, por 1-0, na temporada passada, por ocasião dos oitavos de final da Liga dos Campeões.

    - Quem tem um bom registo perante a Juventus é Jorge Jesus. O técnico do Sporting já defrontou a Juventus por duas ocasiões, não tendo perdido em qualquer uma delas. Ambos os encontros aconteceram na temporada 2013/14 durante a caminhada do Benfica rumo à final da Liga Europa. Nessa temporada o Benfica venceu a Juventus na Luz por 2-1, registando então o nulo que permitiu ao Benfica discutir a final, precisamente em Turim, perante o Sevilha FC. Esses, porém, não foram os únicos encontros disputados por Jorge Jesus perante uma equipa italiana. Antes disso, Jorge Jesus havia estado em Milão com o SC Braga na temporada 2008/09 em jogo a contar para a fase de grupos da Taça UEFA, encontro que o AC Milan acabou por vencer por 1-0 com um golo de Ronaldinho em cima dos noventa minutos.

    - Jorge Jesus não é, ainda assim, o único membro do plantel sportinguista que sabe o que é vencer a Juventus nas competições europeias. Também Jeremy Mathieu já o fez e bem recentemente quando entrou como substituto na final da Liga dos Campões 2015 que opôs a Juventus ao Barcelona. Mathieu esteve, porém, também como substituto utilizado, na derrota por 3-0 do Barcelona em Turim na temporada passada. A viagem do Sporting a Itália irá também marcar o regresso a solo italiano de Piccini, Doumbia, Bruno Fernandes e Stefan Ristovski, todos com passagens por clubes italianos nas suas carreiras, alguns deles, reencontrando mesmo antigos colegas como é o caso de Doumbia e Pjanic que foram colegas de equipa na AS Roma em 2014/15.

    - Já Massimiliano Allegri, frente a adversário portugueses, tem neste momento um registo imaculado. Não só venceu ambos os encontros que disputou frente a adversários portugueses, como o fez sem sofrer qualquer golo. Os dois jogos aconteceram na temporada passada quando Juventus e FC Porto se encontraram nos oitavos de final da Liga dos Campeões. Se no Dragão a equipa italiana venceu por 2-0, em Turim bateram os azuis e brancos por 1-0, marcou Dybala de grande penalidade aos 42 minutos.

    - A arbitrar o Juventus-Sporting desta quarta feira irá estar o inglês Michael Oliver, naquela que será a segunda vez que o britânico irá dirigir uma equipa portuguesa na Liga dos Campeões. Curiosamente, o único jogo de uma equipa portuguesa na prova milionária arbitrado por Michael Oliver envolveu o Sporting. Aconteceu na temporada passada na vitória do Sporting por 2-0 frente ao Légia Varsóvia em Alvalade. Antes disso, Michael Oliver havia arbitrado, sim, quatro encontros das seleções jovens portuguesas: dois encontros dos Sub-19 no Europeu da categoria em 2013 e dois encontros do escalão Sub-21 em 2012 e 2014.

    - A Juventus recebe o Sporting esta quarta feira depois de ter perdido o seu primeiro encontro para a Serie A esta temporada. No Sábado passado, a Lázio foi a Turim surpreender a Juventus com uma vitória romana por 2-1. Em casa, porém, a Juventus é uma equipa impressionante. A derrota perante a Lázio foi somente a primeira na liga italiana em dois anos (a anterior derrota ocorrera na primeira jornada da temporada 2015/16), mas o registo caseiro na Liga dos Campeões é ainda mais impressionante: desde 2013 que a Juventus não perde um jogo caseiro na prova milionária. Então em jogo a contar para os quartos de final da Liga dos Campeões, o Bayern Munique foi a Turim vencer a Juventus por 2-0 com golos de Mandzukic e Pizarro. Desde então passaram-se 20 jogos na Juventus Arena sem qualquer derrota caseira para a Vecchia Signora que segue mesmo numa série de cinco vitórias caseiras consecutivas na Liga dos Campeões.