Sporting 2 - F.C.Porto 1. Um jogo muito mal perdido 20/01/2021 11:43 Dragão até à Morte

     

    Atendendo aos problemas porque tem passado, sem vários jogadores importantes, o F.C.Porto fez o jogo possível, até foi melhor e mais perigoso durante quase todo o jogo.

    Chegou à vantagem a cerca de 10 minutos do fim, vantagem justa, mas a partir daí, foram 10 minutos de pesadelo. Com as substituições a equipa perdeu concentração, organização, cometeu erros, permitiu a reviravolta, com o 2º golo do Sporting ser já no tempo de descontos e, pasme-se, num contra-ataque.


    É um resultado penalizante, um jogo muito mal perdido, mas parece que esta Taça da Liga tem alguma coisa contra o F.C.Porto...


    Duas perguntas:

    O F.C.Porto, sobrecarregado de jogos e  já com um na próxima segunda-feira em Faro, frente ao Farense, outro passados 3 dias em Barcelos, frente ao Gil Vicente, não poupou dois dos jogadores mais utilizados e desgastados, Marega e Corona. Para quê retirá-los do campo a poucos minutos do fim?


    Mais uma vez os critérios disciplinares penalizaram os Dragões. Está fácil tomar estas decisões, quando é apenas o treinador a dar o corpo ao manifesto. 

    Presidente e dois administradores para o futebol e nenhum dá um murro na mesa?

     

    Siga para bingo...

    F.C.Porto 1 - S.L.Benfica 1. Atendendo às circunstâncias do jogo, não sendo o ideal, o resultado não é mau 16/01/2021 10:55 Dragão até à Morte

     

    Foi um Benfica que teve medo da quinta derrota consecutiva, apresentou-se no Dragão para empatar, o jogo acabou por lhe correr bem, empatou, ficou contente. 

    Ê vê-los a festejar como já tivessem ganho alguma coisa... O bronco que treina o SLB, é um bom exemplo. Estava à rasca, não perdeu, ficou outra vez cheio de bazófia. Tanta grandeza apregoada e contentam-se com tão pouco. É isso que distingue o F.C.Porto do Benfica.

    O F.C.Porto, desgastado e sem poder apresentar a sua melhor equipa, não esteve particularmente inspirado, mas trabalhou, lutou e apesar de mais uma vez frente ao Benfica, ter terminado a partida com com 10 contra 11 - já lá vamos -, conseguiu um resultado que, atendendo às circunstâncias do jogo, não sendo o ideal, não é mau.


    Miserável a arbitragem de Luís Godinho. É destas arbitragens que os freteiros, recadeiros, cartilheiros e propagandistas ao serviço do Benfica, gostam. Tivesse esta vergonhosa arbitragem, cometido os mesmos erros contra o SLB, hoje teríamos polémica até dizer basta.

    Taremi foi bem expulso, mas porque não veio para a rua Pizzi? Porque Nuno Tavares e Vertonghen, com faltas semelhantes à que esteve na origem da expulsão do jogador do F.C.Porto, não vieram mais cedo tomar banho?


    Com o empate do Sporting podíamos ter ficado a depender apenas de nós para atingir o principal objectivo da época, conquistar o bicampeonato. Mas ainda falta muito tempo, a desvantagem para o líder, que ainda vamos receber, não é muito grande, está tudo em aberto.


    Nota final:

    Será que vale a pena arriscar, jogar com os mais utilizados na Taça da Liga, quando e é notório, há um desgaste evidente na equipa do F.C.Porto?

     


    "Um clássico emotivo, vivo e digno", é a análise deste palhaço ao jogo de ontem entre o F.C.Porto e Benfica. É caso para dizer, os jogos, clássicos ou não, em que o F.C.Porto é prejudicado pela arbitragem nunca são polémicos. Já os jogos em que o F.C.Porto é beneficiado... Para Duarte Gomes, comentador de arbitragem deste panfleto com um cheiro cada vez mais nauseabundo, claro que Nuno Tavares e Vertonghen não deviam ter ido tomar banho mais cedo, mas Pizzi sim. Ora, que Pizzi devia ser expulso antes da expulsão de Taremi, é uma constante em todos os que analisaram a arbitragem do jogo de ontem. Sendo assim, pergunto: o que teria acontecido com os Dragões a jogarem com mais um? O F.C.Porto aguentou-se com menos um. Será que a equipa treinada pelo bazófias se aguentava? Não sei, não especulo. Mas não é estranho que ninguém aborde o clássico sob esta perspectiva? 


    Custa-me muito fazer isto, tenho a maior consideração e respeito pelo Rui Barros, homem e profissional. Mas se José Ferreirinha Tavares, quando substituiu no comando da equipa B do F.C.Porto, Luís Castro - de saída para o Rio Ave -, em oito jogos só venceu um, saiu, porque continua o Rui à frente da equipa B dos Dragões, com 3 anos de resultados muito maus, neste momento a equipa está abaixo da linha de água? É verdade que não temos sido felizes com algumas arbitragens, tem faltado aqui e ali uma pontinha de sorte, mas o que é demais é moléstia.
     

    C.D.Nacional 2 - F.C.Porto 4, após prolongamento. 2-2 no tempo regulamentar 12/01/2021 22:17 Dragão até à Morte


    Num jogo em que foi superior, sempre, o F.C.Porto sofreu - empatou em cima do tempo regulamentar -, teve de ir a prolongamento, muito por culpa própria - permitiu dois golos em dois remates, rematou muito, acertou pouco -, mas conseguiu o objectivo e está nos quartos-de-final.


    Agora, porque o próximo jogo é contra o Benfica, preparemos-nos para a gritaria que vem aí - aliás, já começou, sobre a arbitragem do jogo com o Nacional e com a notícia que surgiu hoje sobre um dos muitos esquemas em que o SLB está envolvido, a fazer parte de uma campanha de desestabilização, dizem eles.


    A bola bate no braço do jogador dos madeirenses, ressalta para o braço de Taremi, o iraniano segue com a jogada, serve Evanilson que marca.

    Queriam que o golo fosse invalidado?

     

    Rui Correia está à frente, o lance parece controlado, mas Tony Martínez não desiste e o jogador do Nacional dá-lhe um toque, sem necessidade, mas dá, impede o avançado do F.C.Porto de disputar o lance. Cartão amarelo bem mostrado, era o segundo, veio e bem para a rua.

    De que se queixam?


    Caixa de comentários

    F.C.Famalicão 1 - F.C.Porto 4. Nem a magia de Rui Costa impediu uma vitória clara dos Dragões 09/01/2021 11:02 Dragão até à Morte


    O último a entrar em campo, já depois dos rivais na luta pelo título terem ganho e recebendo na próxima jornada o Benfica, com quem está empatado em pontos, o F.C.Porto não podia vacilar. Não vacilou, venceu com toda a justiça e de forma clara, apesar de, mais uma vez, ter contra si a magia de Rui Costa - já é uma constante. O F.C.Porto é beneficiado num jogo, que até perde!, e depois é um ver se te avias...


    Com Taremi em destaque, o conjunto de Sérgio Conceição fez uma boa partida e mesmo sofrendo o golo do empate, num penálti inexistente, não tremeu, disse ao que ia, saiu de um estádio onde na época passada tinha deixado 3 pontos, com um vitória que não oferece discussão.


    Ontem, sim, sem discussão, Taremi o homem do jogo. Dois golos e um penálti sobre si, fazem do iraniano a figura da partida, num F.C.Porto que teve, tem a sua grande força no colectivo.

     

    Uma palavra também para Marchesín, quando é preciso ele está lá, como foi o caso num período em que o F.C.Porto abrandou e o Famalicão ameaçou.


    Agora é recuperar bem que nos espera mais um jogo complicado no lamaçal da Choupana, frente ao Nacional, para a Taça de Portugal, já na terça-feira. 


    Caixa de comentários

    F.C.Porto 3 - Moreirense 0. Siga que sexta-feira há mais 04/01/2021 10:41 Dragão até à Morte

     

    Tudo está bem quando acaba bem e o F.C.Porto acabou muito bem. E por 3cm ainda podia ter acabado melhor - anular um golo por 3cm é ridículo, anti-futebol, corta a dinâmica do jogo, mata o entusiasmo, a paixão e para isso já chega a falta de público nos estádios. Mas o F.C.Porto, uma equipa que está pressionada, já não depende de si para ser campeã, não pode desperdiçar tanto, demorar tanto tempo para fazer o segundo golo - mais de uma hora entre o 1º marcado por Sérgio Oliveira aos 22 minutos e o golo da tranquilidade - sujeitar-se aos caprichos da sorte em que o futebol é fértil, frente a um adversário muito inferior.

     
    Feito o resumo, siga que sexta-feira há mais.

    21/09/2014, Estádio do Dragão, o F.C.Porto - Boavista começou quase com 1 hora de atraso por causa de um grande temporal, chuva, vento, granizo, trovoada e que deixou o relvado cheio de água. Nessa altura esperou-se o tempo necessário para que o mau tempo amainasse e se disputasse o jogo, mesmo que o relvado continuasse encharcado, com grandes poças de água e que, por exemplo, estiveram na origem, cito de cor, pelo menos uma clara oportunidade de golo dos Dragões, desperdiçada porque a bola ficou presa na água. Ontem, nos Açores, valeu tudo, pressões sobre o árbitro para interromper o jogo, jogo interrompido, ninguém esperou para ver se mais tarde haveria condições, jogo adiado para hoje.
    Acho bem que o jogo fosse adiado, mas se fosse um Santa Clara vs F.C.Porto e atendendo aos antecedentes - também me lembro bem das condições em que foi disputado um Acadámica vs F.C.Porto, época 2010/2011 e em jornada que antecidia um F.C.Porto vs Benfica, o tal dos 5-0 -, será que seria interrompido e adiado? Vamos admitir que sim. Mas seria tudo tão pacífico, atendendo às reacções que se viram, por exemplo, quando o árbitro Pedro Proença não permitiu que se jogasse um Vitória F.C. - F.C.Porto, porque o Bonfim estava alagado?


    Que 2021 seja um ano melhor para todos e, desportivamente, mais um ano do Dragão 31/12/2020 17:16 Dragão até à Morte

     

    Campeonato, Taça de Portugal, Supertaça, um triplete que faz de 2020 mais um ano do Dragão. Não foi festejado como era costume, faltou a alegria, entusiasmo e a paixão dos adeptos, no local próprio, os estádios, mas num ano muito, mas mesmo muito difícil, desportivamente foi um mais um excelente ano para o universo que torce pelo F.C.Porto.


    Mas 2020 também foi o ano da águia. O Benfica venceu na bazófia, na arrogância, nas capas de jornais, nos programas desportivos sobre futebol, nas televisões, nas novelas de Verão e de Inverno, etc., etc.


    Feliz Ano Novo para todos e que 2021 nos traga o regresso à normalidade.


    Caixa de comentários

    Vitória S.C 2 - F.C.Porto 3. Excelente final de ano 29/12/2020 23:36 Dragão até à Morte

    Depois de Sporting, Braga e Benfica vencerem os seus jogos, o F.C.Porto não podia perder pontos em Guimarães, sob pena de cavar um fosso para os seus rivais de 2ª circular, ficar atrás dos bracarenses e empatado em pontos com o adversário desta noite.

    O jogo não começou bem, Baró apenas fez lembrar a falta de Otávio, Uribe esteve desconcentrado, o Vitória esteve por duas vezes na frente, o F.C.Porto teve de correr o jogo quase todo atrás do prejuízo, mas conseguiu a reviravolta, saiu de Guimarães com os 3 pontos, acabou o ano em beleza.


    Num jogo disputado, o F.C.Porto fiel à sua imagem de equipa que não se rende, venceu com justiça um excelente Vitória.


      Caixa de comentários

    Um Santo e Feliz Natal, principalmente com muita saúde 24/12/2020 14:46 Dragão até à Morte


    Desportivamente falando, sem bazófia, sem arrogância, com o low profile que caracteriza o F.C.Porto.

    F.C.Porto 2 - S.L.Benfica 0. Dragões derrotam os D`Arrasar e conquistam a 22ª Supertaça 23/12/2020 23:12 Dragão até à Morte

      Vitória indiscutível do F.C.Porto.

    Não foi um espectáculo brilhante, mas nem o mais fanático dos benfiquistas deixará de reconhecer que o F.C.Porto é um vencedor justíssimo. 


    Ainda bem que o ridículo não mata nem paga imposto e no Natal ninguém leva a mal.

    F.C.Porto 2 - C.D.Nacional 0. Valeram os 3 pontos e pouco mais. 20/12/2020 22:10 Dragão até à Morte

     

    Até ao golo - Sérgio Oliveira de penálti ao minuto 20 -, com o Nacional de tracção à rectaguarda, o F.C.Porto dominou, muita posse, mas pouca inspiração. Foi tudo muito lento, denunciado, feito em esforço, poucos remates, nenhum lance de perigo iminente. 

    Depois e até ao intervalo, continuou tudo muito parecido, valeu o golo de Marega que aumentou a vantagem e pouco mais há a realçar.

    Com um jogo na quarta-feira, 2-0 no marcador e com o Nacional mais estendido, mas muito pobre, sem incomodar minimamente, pedia-se um F.C.Porto que aproveitasse os espaços, controlasse, gerisse, marcasse mais um ou outro golo. Mas nada disso aconteceu, se na 1ª parte a inspiração foi pouca, na 2ª nem isso, foi um espectáculo muito pobre, um autêntico bocejo. Valeram os 3 pontos e pouco mais.
     
    Que a inspiração que faltou hoje apareça frente ao Benfica...